Em tempos de indiferença, faça a diferença - Pode Falar, Amiga!

Em tempos de indiferença, faça a diferença

Publicado em 28/08/2020


Olá amigos!

Estamos terminando o mês de agosto de 2020 e, caso não esteja claro, estamos vivendo uma pandemia de um vírus altamente contagioso e que não conhecemos completamente, que já matou milhares de pessoas - mais de 100 mil mortes só no brasil - e mais outras milhares de pessoas foram infectadas, se recuperaram, mas ainda não sabemos se ficarão sequelas.
Estou falando isso porque parece que teve uma reunião onde foi anunciado que o covid-19 foi uma pegadinha e esqueceram de me convidar. Ou talvez a vacina já esteja disponível pra todos e só eu que não tomei ainda.
Parece que tô falando que nem louca? Pois eu acho mais louco quem está vivendo como se no Brasil não estivessem morrendo mais de mil pessoas por dia, pessoas que não são só um número, são filhos e filhas, mães e pais, avós, trabalhadores, amigos, pessoas que amanhã podem ser alguém querido seu, ou você mesmo (e até eu).

Eu fico chocada com toda a indiferença que as pessoas estão tratando o atual momento da pandemia, quem lembra lá no começo aqui no país (em março) que as pessoas simplesmente acabaram com os estoques de álcool gel de tanto medo que sentiam do vírus, na época a situação estava muito menos alarmante que agora, mas quanto mais alarmante a situação foi ficando, aconteceu o inverso com o nível de preocupação, que cada dia tá menor. Enquanto poucas pessoas morriam, todo mundo queria tomar banho de álcool gel e ficar o mais longe possível um dos outros, agora que todo dia morre mil pessoas só falta fazerem micareta nos centros da cidade, porque de resto está sendo feito de tudo e mais um pouco.
Tá todo mundo vivendo a vida normal, como se a vida fosse uma grande festa que todos estão se divertindo. Mas não é.
 
Me desculpe se vou estourar sua bolha utópica agora, mas de nada adianta essas saidinhas de máscara viu? 
Aglomerou pra se reunir com a galera, tirou a mascara pra comer ou beber, abraçou, beijou, foi em lugar que não tem como saber se está sendo higienizado corretamente, sinto muito, você está dando sorte pro azar!
Eu sei que nem todo mundo vai dar bola pra isso mas, se você puder, faça a diferença!
Talvez vc não esteja no grupo de risco, mas você ainda pode ser infectado.
Talvez vc não tenha sintomas, mas você ainda pode transmitir.
Talvez seus sintomas sejam leves, mas você pode transmitir pra alguém que ficará dias entubado na UTI, e até mesmo morrer.
Não seja responsável por fazer o vírus circular e matar mais pessoas, não é algo que sua consciência vai saber lidar com facilidade.
 
Então se você é capaz de ter esse empatia cuide-se, pois assim você cuida também dos outros.
A cartilha é simples: distanciamento social, máscara e higiene das mãos com água e sabão ou álcool gel 70%.
Quanto mais pessoas não ficarem indiferentes a dor do outros, mais rápido a gente vai poder abraçar nossos amigos e familiares, com a consciência tranquila que fizemos a nossa parte para não aumentar o contágio do covid-19.

Um beijão, fiquem seguros e em casa o máximo possível 😘


Foto original por Alexandre Debièv (editada por @carolzanna).

Nenhum comentário:

Postar um comentário